VarianVarian

Técnicas de tratamento

Radiocirurgia

Alguns oncologistas de radiação dividem a radiocirurgia em duas categorias, com base no tipo de câncer a ser tratado:

  1. SRS ou radiocirurgia estereotáxica, refere-se ao tratamento de tumores no cérebro ou na coluna vertebral e geralmente é realizado em no máximo 5 sessões.
  2. SBRT, ou radioterapia estereotáxica corporal, é uma técnica muito semelhante à SRS, mas é usada para alvos que estão fora do cérebro e da coluna vertebral. A SBRT é mais comumente usada para alvos no pulmão, fígado, pâncreas e rim, e normalmente é administrada em, no máximo, 5 sessões.

A radiocirurgia, seja ela SRS ou SBRT, pode usar as seguintes tecnologias como parte do tratamento geral:

IGRT, ou terapia de radiação guiada por imagem, é uma técnica que usa varreduras 2D e 3D do seu corpo para guiar os feixes de radiação para o tumor de muitos ângulos diferentes. Antes de cada tratamento, uma exame de TC é realizado para capturar com precisão a posição do tumor naquele dia. Usando a tecnologia de exame de imagem sua equipe de tratamento pode fazer uma varredura detalhada do corpo, ajudando assim a posicioná-lo corretamente em relação ao linac para o tratamento.

VMAT / RapidArc, é uma forma avançada de IMRT que foi introduzida em 2007. VMAT, ou arcoterapia volumétrica modulada, utiliza um software especial e um avançado acelerador linear para fornecer tratamentos IMRT até oito vezes mais rápido do que era possível anteriormente. Ao contrário dos tratamentos convencionais de IMRT, durante os quais a máquina deve girar várias vezes ao redor do paciente ou fazer paradas repetidas e começar a tratar o tumor de vários ângulos diferentes, a VMAT / RapidArc pode entregar a dose para todo o tumor em uma única rotação — em menos de dois minutos.