VarianVarian

Como a protonterapia funciona?

Protonterapia

Protonterapia é um tipo avançado de tratamento de câncer que usa um feixe de prótons aplicado diretamente no tumor, destruindo as células cancerígenas, porém minimizando o dano aos tecidos saudáveis.

Ao contrário da radioterapia tradicional, os prótons possuem um exclusivo poder de freamento. Isso significa que eles podem ser direcionados de forma a depositarem sua energia de combate ao câncer exatamente no tumor, minimizando, assim, o dano aos órgãos e tecidos saudáveis adjacentes. Formas mais simples de terapia com prótons estiveram em uso por décadas e, hoje, ela é considerada um dos tratamentos de câncer mais efetivos disponíveis.

Um benefício essencial da protonterapia é a sua precisão. À medida que se movem através do corpo, os prótons perdem velocidade e interagem com átomos no tecido do tumor, liberando energia. O ponto em que ocorre a maior liberação de energia é o "pico de Bragg". Um médico pode definir a localização do pico de Bragg, indicando onde, precisamente, alvejar as células tumorais.

Os tratamentos com protonterapia usualmente levam de 5 a 45 minutos, dependendo do número de campos de tratamento e da complexidade para posicionar diariamente o paciente.