VarianVarian

Possíveis efeitos colaterais

Câncer de coluna

O tratamento com radiação é mais prejudicial ao tumor do que a células normais. Ainda assim, o tecido normal também pode ser danificado pela radiação, o que causa a maioria dos efeitos colaterais, quando ocorrem. Os efeitos colaterais são cumulativos, o que significa que podem se desenvolver ao longo de várias semanas à medida que a radiação se acumula no tumor. Eles geralmente são temporários e devem desaparecer logo após o término do tratamento.

Estes são alguns efeitos colaterais comuns da radioterapia em câncer de coluna:

  • Irritação da pele semelhante a queimaduras solares. Sua equipe de saúde pode lhe aconselhar a evitar expor a pele tratada ao sol, pois pode piorar a condição da pele.
  • Fadiga.
  • Raramente, após a radioterapia, uma grande massa de tecido morto (necrótico) se forma no local do tumor. Isso ocorre meses ou anos após a radiação e é chamado de necrose de radiação. Normalmente, o tecido é absorvido pelo organismo. Ocasionalmente, pode ser necessária cirurgia para remover o tecido necrótico.
  • Perda de sensação, que pode ser temporária. Em casos raros, é permanente.
  • Paralisia, que pode ser temporária. Em casos raros, é permanente.
  • Danos aos nervos ou incapacitação devido a danos a um nervo.
  • Fratura óssea e colapso do corpo vertebral, no caso de tumores que já invadiram os corpos vertebrais. A vertebroplastia e a cifoplastia são algumas das muitas técnicas para minimizar esse efeito nesses casos.