VarianVarian

Possíveis efeitos colaterais

Braquiterapia

Os efeitos colaterais da braquiterapia normalmente se localizam na área tratada. Os efeitos colaterais dependem de uma série de fatores, como tipo de câncer, estádio do câncer ou se o paciente possui outros problemas de saúde. Ao conversar sobre suas opções de tratamento, é sempre importante perguntar ao seu médico sobre quais efeitos colaterais podem ocorrer, considerando os detalhes do seu caso específico.

Possíveis efeitos colaterais de curto prazo ou "agudos" incluem:

  • Contusões localizadas, inchaço, sangramento, secreção ou desconforto na área onde as fontes, cateteres ou agulhas foram implantados. Geralmente desaparecem dentro de alguns dias após a conclusão do tratamento.
  • Você também pode sentir cansaço por um curto período após o tratamento.
  • O tratamento de câncer de próstata ou de colo do útero com braquiterapia pode causar sintomas urinários, como retenção urinária, incontinência urinária ou micção dolorosa (disúria).
  • O tratamento de câncer de colo do útero ou de próstata com braquiterapia pode ocasionar aumento da frequência intestinal, diarreia, constipação ou sangramento retal não significativo.
  • No caso de braquiterapia permanente (semente ou LDR) em câncer de próstata, há uma pequena chance de que algumas sementes possam migrar da região de tratamento para a bexiga ou uretra e serem eliminadas na urina.

A maioria dos efeitos colaterais agudos associados à braquiterapia pode ser tratada com medicação e, via de regra, desaparece com o tempo, normalmente em questão de semanas após o término do tratamento. Efeitos colaterais de longo prazo podem ocorrer em um pequeno número de pacientes e, geralmente, são um efeito da radiação em tecidos ou órgãos adjacentes.