VarianVarian

Sabin Robbins

Sabin Robbins recebe radioterapia para tratar câncer de próstata

Como palestrante regular em navios de cruzeiro – discutindo tópicos apropriados ao oceano, como baleias, tubarões e piratas – Sabin Robbins, 75 anos, sempre gostou da experiência de compartilhar seus conhecimentos sobre a vida selvagem. Mas a bordo de um navio de cruzeiro com destino às águas do Alasca, em 2008, sua experiência foi significativamente diferente. Pouco antes da viagem, Sabin ficou sabendo que tinha câncer de próstata.

"Meus filhos estavam pegando no meu pé há anos para eu fazer um exame físico", disse Sabin, que mora em Highland Beach, Flórida (EUA). "Eu continuei resistindo ao conselho deles porque a visão que eu tinha de mim mesmo era de alguém que estava nadando 70 voltas na piscina todos os dias e não ia a um médico há mais de dez anos. Mas, afinal, cedi ao pedido deles." Seu médico realizou um teste de PSA para determinar se sua próstata estava aumentada. Um PSA alto levou os médicos a descobrirem que Sabin tinha câncer de próstata. Seus médicos recomendaram um curso de radioterapia – cinco dias por semana durante oito semanas e meia.

No início de seus tratamentos, o médico de Sabin lhe falou sobre uma nova abordagem que tinha o potencial de realizar cada uma das sessões diárias de Sabin – que, geralmente, levariam 10 a 15 minutos – em menos de dois minutos por dia. Essa tecnologia possibilita tratamento guiado por imagem para o tumor durante uma única revolução da máquina de tratamento ao redor do paciente.

"A bordo do navio de cruzeiro para o Alasca, passei a maior parte do tempo lendo tudo o que podia sobre câncer de próstata. Admito que foi assustador para mim", disse Sabin. "Depois que todas as minhas perguntas foram respondidas e aprendi que a taxa de sobrevivência do câncer de próstata é muito boa, me senti muito mais relaxado. A radioterapia foi rápida; minha experiência foi boa demais, considerando que eu estava lutando contra o câncer.

Durante cada um de seus tratamentos diários, e todos os dias depois, Sabin manteve sua rotina diária de natação na piscina do condomínio. Da próxima vez que for palestrar a bordo de um navio de cruzeiro, ele espera estar muito mais relaxado.

A Varian gostaria de agradecer ao Bethesda Memorial Hospital em Boyton Beach, Flórida (EUA), por sua assistência no preparo desta história.

Uma vez que todas as minhas perguntas foram respondidas e eu aprendi que a taxa de sobrevivência para o câncer de próstata é muito boa, eu me senti muito mais relaxado.